Edição Atual

Crítica Historiográfica. Natal, v.2, n.5, maio/jun. 2022 | ISSN 2764-2666

Mauro Condé - CAPA
Mauro Condé | Imagem: IEA/USP

A historicidade das ciências – Resenha de “Historiografia da Ciência na América do Sul: recepção, reflexão e produção (Argentina, Brasil e Uruguai)”, dossiê organizado por Mauro Condé


Resenhado por  Itamar Freitas (UFS)| 02 maio 2022. No Brasil, circulam, aproximadamente, 190 revistas autodesignadas (em seu foco e escopo) “de História” (Resenha Crítica, 2021). Um quinto desses periódicos explora questões e objetos escanteados pelos historiadores por formação inicial (graduados em História), como Direito, Educação, Ensino, Enfermagem, Esporte, Matemática e Medicina. Não é tanto por má vontade ou pré-conceito, como eu julgava há uma década, e sim pelo fato de…

O que pode a Epistemologia Histórica? Resenha de “L’épistémologie historique: Histoire et méthodes”, organizado por Jean-François Braunstein, Iván Moya Diez e Matteo Vagelli


Resenhado por Tiago Santos Almeida (UnB) | 01 maio 2022. L’épistémologie historique. Histoire et méthodes (Paris: Éditions de la Sorbonne, 2019), organizado por Jean-François Braunstein e seus ex-alunos Iván Moya Diez e Matteo Vagelli, reúne algumas das comunicações apresentadas nas edições de 2015 e 2016 das Journées d’épistémologie historique. Mais ou menos no mesmo período, meu colega Marcos Camolezi e eu fizemos e publicamos, no segundo número da revista Intelligere,…

O sentido das narrativas – Resenha de “Conceitos elementares da Guerra Fria nos livros didáticos”, de Leonardo de Carvalho Augusto


Resenhado por Jandson Bernardo Soares (UFRN) | 30 abril 2022. Intitulada Conceitos elementares da Guerra Fria nos livros didáticos, a obra é resultado de um curso de especialização em Saberes e Práticas na Educação Básica, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (CESBEP/UFRJ), em 2018, na qual são condensados questionamentos que emergiram das experiências de Leonardo de Carvalho Augusto, a partir de seu trabalho na educação básica como professor de…

O digital no ensino – Resenha de “Ensino de História e Historiografia escolar digital”, de Marcella Albaine Farias da Costa


Resenhado por Viviane Andrade Passos (SEMED-NSG/UFS), Johnny Gomes (SEED-AL/UFS), Elemi Santos (SEED-BA/UFS), Douglas Silva (SEED-SE/UFS) | 29 abril 2022. Ensino de História e Historiografia escolar digital, de Marcella Albaine Farias da Costa, como explicitado no título, discute a relação entre os fenômenos da Historiografia escolar digital e a prática do Ensino de História em escolas da educação básica. Construído em quatro capítulos (além da introdução e da conclusão), o livro…

O método resolve tudo? – Resenha de “Elementos de Didática da História”, de Alfredo Braga Furtado


Resenhado por Anita Lucchesi (UL/RBHP) | 28 abril 2022. Elementos de Didática da História, como o próprio título sugere, foi escrito por Alfredo Braga Furtado para subsidiar o trabalho docente dos estudantes de bacharelado e licenciatura em História e auxiliar na formação continuada dos profissionais da área. (p.47). Faz parte de uma extensa coleção do próprio Furtado, que abrange manuais do mesmo gênero (e com igual título) para diversas áreas,…

A história cultural de grandes pensadores – Resenha de “O Polímata: Uma história cultural – De Leonardo da Vinci a Susan Sontag”, de Peter Burke


Resenhado por José Douglas Alves dos Santos (NICA/UFSC) | 27 abril 2022. O polímata: uma história cultural de Leonardo da Vinci a Susan Sontag foi publicado, simultaneamente, no ano de 2020, em língua inglesa pela Yale University Press e em língua portuguesa pela Editora Unesp. Mais recente livro do historiador inglês Peter Burke – professor da Universidade de Cambridge e considerado um dos intelectuais mais conceituados a respeito da Idade…

Título dissimulado – Resenha de “Uma brevíssima história da UFS”, de Itamar Freitas


Resenhado por Anita Lucchesi (UL/RBHP) | 26 abril 2022. Como afirmo acima, o título é dissimulado, mas não enganador. Uma brevíssima história da UFS não faz o percurso clássico da fundação da Universidade Federal de Sergipe, nos idos de 1968, aos dias atuais, empregando narrativa curta ou suporte de poucas folhas. O breve tem a ver com o recorte temporal. É uma história de dois dias de experiência da instituição. Os dias…

História, Memória e Fotografia – Resenha de “Lentes, memórias e histórias: os fotógrafos Lambe-Lambes em Aracaju (1950-1990)”, de Cândida Oliveira


Resenhado por Antônio Fernando de Araújo Sá (UFS) | 25 abril 2022. Lentes, memórias e histórias: os fotógrafos Lambe-Lambes em Aracaju (1950-1990) é o livro de Cândida Oliveira, jornalista e mestre em História, lançado no final do ano passado. O livro é produto de dissertação defendida no Programa de Pós-Graduação em História, da Universidade Federal de Sergipe, em 2020, sob a orientação do professor Claudefranklin Monteiro Santos, e sob o…

Resenhistas

Novas direitas em discussãoSe você se interessa pelo assunto e quer contribuir com a formação continuada dos colegas, selecione um livro publicado entre 2018 e 2022, que tenha como objeto categorias como "nova direita”, “direita radical”, “extrema direita”, “nova onda conservadora” , “neofascismo” ou “ressurgência fascista”, escreva uma resenha e envie para nós. Leia mais

Eventos

Crítica Histórica em debate é uma promoção da revista Crítica Historiográfica, do Canal Luiz Carlos Bento e do Prof. Eduardo Vasconcelos (UEG). Em 15 de maio de 2022, discutiremos "HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA de Maria Firmina dos Reis - Uma escritora negra no século XIX", texto produzido e apresentado por Régia Agostinho (UFMA) e debatido por Jéssica Catharine (UFPI). Acesse o canal.

Foco e escopo

Publicamos resenhas de livros e de dossiês de artigos de revistas acadêmicas que tratem da reflexão, investigação, comunicação e/ou consumo da escrita da História. Saiba mais sobre o único periódico de História inteiramente dedicado à Crítica em formato resenha.

Corpo editorial

Somos professore(a)s do ensino superior brasileiro, especializado(a)s em mais de duas dezenas de áreas relacionadas à reflexão, produção e usos da História. Faça parte dessa equipe.

Submissões

As resenhas devem expressar avaliações de livros ou de dossiês de revistas acadêmicas autodesignadas como "de História". Conheça as normas e envie-nos o seu texto.

Pesquisa

Alertas

Receba a lista de livros e dossiês resenhados mensalmente. Informe seu nome e endereço eletrônico.

Acesso livre

Crítica Historiográfica não cobra taxas para submissão, publicação ou uso dos artigos. Os leitores podem baixar, copiar, distribuir, imprimir os textos para fins não comerciais, desde que citem a fonte.

Privacidade

Ao se inscrever nesta lista de e-mails, você estará sujeito à nossa política de privacidade.

Pareceristas desta edição (v.2, n.5, maio/jun. 2022)

    • Almir Félix Batista de Oliveira (GEPPS)
    • Dilton Cândido Santos Maynard (UFS/UFRJ)
    • Eduardo Henrique Barbosas de Vasconcelos (UEG)
    • Itamar Freitas (UFS)
    • Margarida Maria Dias de Oliveira (UFRN)

Edição Atual

Crítica Historiográfica. Natal, v.2, n.5, maio/jun. 2022 | ISSN 2764-2666

Mauro Condé - CAPA
Mauro Condé | Imagem: IEA/USP

A historicidade das ciências – Resenha de “Historiografia da Ciência na América do Sul: recepção, reflexão e produção (Argentina, Brasil e Uruguai)”, dossiê organizado por Mauro Condé


Resenhado por  Itamar Freitas (UFS)| 02 maio 2022. No Brasil, circulam, aproximadamente, 190 revistas autodesignadas (em seu foco e escopo) “de História” (Resenha Crítica, 2021). Um quinto desses periódicos explora questões e objetos escanteados pelos historiadores por formação inicial (graduados em História), como Direito, Educação, Ensino, Enfermagem, Esporte, Matemática e Medicina. Não é tanto por má vontade ou pré-conceito, como eu julgava há uma década, e sim pelo fato de…

O que pode a Epistemologia Histórica? Resenha de “L’épistémologie historique: Histoire et méthodes”, organizado por Jean-François Braunstein, Iván Moya Diez e Matteo Vagelli


Resenhado por Tiago Santos Almeida (UnB) | 01 maio 2022. L’épistémologie historique. Histoire et méthodes (Paris: Éditions de la Sorbonne, 2019), organizado por Jean-François Braunstein e seus ex-alunos Iván Moya Diez e Matteo Vagelli, reúne algumas das comunicações apresentadas nas edições de 2015 e 2016 das Journées d’épistémologie historique. Mais ou menos no mesmo período, meu colega Marcos Camolezi e eu fizemos e publicamos, no segundo número da revista Intelligere,…

O sentido das narrativas – Resenha de “Conceitos elementares da Guerra Fria nos livros didáticos”, de Leonardo de Carvalho Augusto


Resenhado por Jandson Bernardo Soares (UFRN) | 30 abril 2022. Intitulada Conceitos elementares da Guerra Fria nos livros didáticos, a obra é resultado de um curso de especialização em Saberes e Práticas na Educação Básica, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (CESBEP/UFRJ), em 2018, na qual são condensados questionamentos que emergiram das experiências de Leonardo de Carvalho Augusto, a partir de seu trabalho na educação básica como professor de…

O digital no ensino – Resenha de “Ensino de História e Historiografia escolar digital”, de Marcella Albaine Farias da Costa


Resenhado por Viviane Andrade Passos (SEMED-NSG/UFS), Johnny Gomes (SEED-AL/UFS), Elemi Santos (SEED-BA/UFS), Douglas Silva (SEED-SE/UFS) | 29 abril 2022. Ensino de História e Historiografia escolar digital, de Marcella Albaine Farias da Costa, como explicitado no título, discute a relação entre os fenômenos da Historiografia escolar digital e a prática do Ensino de História em escolas da educação básica. Construído em quatro capítulos (além da introdução e da conclusão), o livro…

O método resolve tudo? – Resenha de “Elementos de Didática da História”, de Alfredo Braga Furtado


Resenhado por Anita Lucchesi (UL/RBHP) | 28 abril 2022. Elementos de Didática da História, como o próprio título sugere, foi escrito por Alfredo Braga Furtado para subsidiar o trabalho docente dos estudantes de bacharelado e licenciatura em História e auxiliar na formação continuada dos profissionais da área. (p.47). Faz parte de uma extensa coleção do próprio Furtado, que abrange manuais do mesmo gênero (e com igual título) para diversas áreas,…

A história cultural de grandes pensadores – Resenha de “O Polímata: Uma história cultural – De Leonardo da Vinci a Susan Sontag”, de Peter Burke


Resenhado por José Douglas Alves dos Santos (NICA/UFSC) | 27 abril 2022. O polímata: uma história cultural de Leonardo da Vinci a Susan Sontag foi publicado, simultaneamente, no ano de 2020, em língua inglesa pela Yale University Press e em língua portuguesa pela Editora Unesp. Mais recente livro do historiador inglês Peter Burke – professor da Universidade de Cambridge e considerado um dos intelectuais mais conceituados a respeito da Idade…

Título dissimulado – Resenha de “Uma brevíssima história da UFS”, de Itamar Freitas


Resenhado por Anita Lucchesi (UL/RBHP) | 26 abril 2022. Como afirmo acima, o título é dissimulado, mas não enganador. Uma brevíssima história da UFS não faz o percurso clássico da fundação da Universidade Federal de Sergipe, nos idos de 1968, aos dias atuais, empregando narrativa curta ou suporte de poucas folhas. O breve tem a ver com o recorte temporal. É uma história de dois dias de experiência da instituição. Os dias…

História, Memória e Fotografia – Resenha de “Lentes, memórias e histórias: os fotógrafos Lambe-Lambes em Aracaju (1950-1990)”, de Cândida Oliveira


Resenhado por Antônio Fernando de Araújo Sá (UFS) | 25 abril 2022. Lentes, memórias e histórias: os fotógrafos Lambe-Lambes em Aracaju (1950-1990) é o livro de Cândida Oliveira, jornalista e mestre em História, lançado no final do ano passado. O livro é produto de dissertação defendida no Programa de Pós-Graduação em História, da Universidade Federal de Sergipe, em 2020, sob a orientação do professor Claudefranklin Monteiro Santos, e sob o…

Resenhistas

Novas direitas em discussãoSe você se interessa pelo assunto e quer contribuir com a formação continuada dos colegas, selecione um livro publicado entre 2018 e 2022, que tenha como objeto categorias como "nova direita”, “direita radical”, “extrema direita”, “nova onda conservadora” , “neofascismo” ou “ressurgência fascista”, escreva uma resenha e envie para nós. Leia mais

Eventos

Crítica Histórica em debate é uma promoção da revista Crítica Historiográfica, do Canal Luiz Carlos Bento e do Prof. Eduardo Vasconcelos (UEG). Em 15 de maio de 2022, discutiremos "HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA de Maria Firmina dos Reis - Uma escritora negra no século XIX", texto produzido e apresentado por Régia Agostinho (UFMA) e debatido por Jéssica Catharine (UFPI). Acesse o canal.

Acesso livre

Crítica Historiográfica não cobra taxas para submissão, publicação ou uso dos artigos. Os leitores podem baixar, copiar, distribuir, imprimir os textos para fins não comerciais, desde que citem a fonte.

Privacidade

Ao se inscrever nesta lista de e-mails, você estará sujeito à nossa política de privacidade.

Foco e escopo

Publicamos resenhas de livros e de dossiês de artigos de revistas acadêmicas que tratem da reflexão, investigação, comunicação e/ou consumo da escrita da História. Saiba mais sobre o único periódico de História inteiramente dedicado à Crítica em formato resenha.

Corpo editorial

Somos professore(a)s do ensino superior brasileiro, especializado(a)s em mais de duas dezenas de áreas relacionadas à reflexão, produção e usos da História. Faça parte dessa equipe.

Submissões

As resenhas devem expressar avaliações de livros ou de dossiês de revistas acadêmicas autodesignadas como "de História". Conheça as normas e envie-nos o seu texto.

Pesquisa

Alertas

Receba a lista de livros e dossiês resenhados mensalmente. Informe seu nome e endereço eletrônico.

Pareceristas desta edição (v.2, n.5, maio/jun. 2022)

    • Almir Félix Batista de Oliveira (GEPPS)
    • Dilton Cândido Santos Maynard (UFS/UFRJ)
    • Eduardo Henrique Barbosas de Vasconcelos (UEG)
    • Itamar Freitas (UFS)
    • Margarida Maria Dias de Oliveira (UFRN)