Séc. 15-21

Resumo: “Perder a mãe: Uma jornada pela rota atlântica da escravidão”, de Saidiya Hartman, explora as rotas do tráfico atlântico de escravos, buscando vestígios dos escravizados. Hartman utiliza a fabulação crítica para preencher lacunas históricas, mas sua obra é criticada por possíveis generalizações e anacronismos. Ainda assim, oferece uma abordagem inovadora na historiografia da escravidão, valorizando experiências individuais e coletivas dos descendentes de escravizados.

Palavras-chave: Tráfico Atlântico, Escravidão, Identidades.

Buscar o que restou — Resenha de José Edwyn Silva Gomes (UFS), sobre o livro “Perder a mãe: uma jornada pela rota atlântica da escravidão”, de Saidiva Hartman Read More »

Resenhado por José Douglas Alves dos Santos (NICA/UFSC) | 27 abril 2022. O polímata: uma história cultural de Leonardo da Vinci a Susan Sontag foi publicado, simultaneamente, no ano de 2020, em língua inglesa pela Yale University Press e em língua portuguesa pela Editora Unesp. Mais recente livro do historiador inglês Peter Burke – professor

A história cultural de grandes pensadores – Resenha de “O Polímata: Uma história cultural – De Leonardo da Vinci a Susan Sontag”, de Peter Burke Read More »